segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Os encontros de Animação no presente. Que futuro?

É de salutar o conjunto de iniciativas que as instituições de ensino superior e o movimento associativo estão a operacionalizar no quadro nacional do debate e reflexão sobre as práticas de Animação Sociocultural. Este conjunto de realizações congrega centenas de Animadores em torno de discursos e projectos de Animação Sociocultural, afirmando-se como uma realidade emergente que conquistou a pluralidade do pensamento, do debate e a democratização do espaço geográfico na realização destas iniciativas.

Os encontros de Animação Sociocultural não podem pautar-se pela simples divulgação de projectos de Animação, pelo contrário, têm que assumir-se como espaços alternativos no debate sobre as questões actuais em Animação Sociocultural e promover o cruzamento de saberes adquiridos associados a um processo contínuo de reflexão-acção sobre a Animação Sociocultural desde as realidades dos territórios locais e regionais. Os encontros de Animação organizados em contexto académico não podem priveligiar somente um público restrito (os alunos dos cursos de animação), têm que motivar a participação de centenas de Animadores Socioculturais que certamente muitos deles poderão ser uma alternativa no enriquecimento do debate.

Tenho a nítida sensação de que iniciamos um processo de exclusão dos Animadores do passado recente, atiramos para o limbo uma oportunidade de podermos continuar a escrever a história da Animação, partindo de práticas arquitectadas na cidadania de muitos Animadores anónimos cujo contributo no debate é um alicerce na definição de políticas e metodologias de intervenção em Animação Sociocultural.

Defendo a continuidade dos encontros de Animação Sociocultural que projectem os territórios locais/regionais no contexto nacional. É fundamental que se resgate o contributo que os actores sociais nomeadamente os Animadores da cidadania podem dar na afirmação da Animação sociocultural no presente e na construção de linhas orientadoras que as associações de Animadores deverão desenvolver no futuro que começa já hoje.

1 comentário:

Carlos Costa disse...

Bom dia Albino,

Boa reflexão. Assino por baixo!

Um abraço.

Carlos Costa